01/12/2016
Secretário de Obras admite risco em barragem da Dique 2 em Pouso Alegre

Após minimizar os problemas na barragem da Avenida Dique 2, o secretário de Obras de Pouso Alegre (MG), Welington Serra, voltou atrás e admitiu riscos na estrutura do local, nesta quarta-feira (30). A barragem tem tido a segurança questionada pela equipe de transição de Rafael Simões (PSDB), prefeito eleito na cidade para o mandato que começa em 2017.

Segundo Serra, a comporta da barragem precisa ser substituída. "Ela, do jeito que está aí, não aguenta realmente. Ela tem que ser feita uma nova comporta com reforço. Nós já estamos providenciando isso e já está sendo feito. Isso deve dar mais uma semana, dez dias", disse o secretário.

Um laudo encomendado pela equipe do futuro prefeito apontou problemas falta de telhas na casa de máquinas e motores, quadro de acionamento de bombas sem condições técnicas e uma comporta danificada, além de sujeira e entulho na bacia para acumulação de água.

"Uma comporta dessa com essas peças que fizeram, soldas tentando remendar a comporta, isso é um conjunto que deve pesar em torno de 300 a 350 quilos. A comporta prevista em projeto é uma comporta de um fabricante em ferro fundido, que existe no Brasil, a comporta pesa 2.534 quilos", afirmou o engenheiro civil Argeu Quintanilha, que produziu o laudo sobre a barragem.

Ainda segundo o laudo, o estado de conservação da barragem e do sistema de bombeamento coloca em risco moradores da região. "Essa água, que está entrando sob pressão, encontra juntas inadequadas entre os seguimentos. Ela vaza pelas juntas e a água começa a fluir pelo pé do dique auxiliar. Isso pode um dia levar que esse dique inteiro vá ruir", explicou Quintanilha.

A barragem
O Dique 2 é parte de um sistema de contenção de enchentes e foi inaugurado em maio de 2014, quando a avenida construída sobre a barragem, a Avenida Vereador Hebert de Campos ou Dique 2, ficou pronta. Desde então, a infraestrutura da avenida passou por várias reformas.

Em março deste ano, essa mesma comporta se rompeu. A água chegou perto de algumas casas e a Defesa Civil alertou para o risco de enchente. Pás de duas máquinas e pedras foram improvisadas para segurar a comporta danificada. Na época, o prefeito Agnaldo Perugini (PT) levantou a suspeita de sabotagem e negou problemas na estrutura de contenção de enchentes.(G1.com/suldeminas)

 
Noticias
27/05/2014 - COQUEIRAL – Mãe encontra droga em casa e denuncia o filho de 14 anos à polícia
26/05/2014 - Jovem é preso depois de fugir de blitz com 20 quilos de maconha
13/05/2014 - Lobão descarta racionamento de energia e critica sistema Cantareira
27/04/2013 - Mais de 130 ações questionam poder de investigação do Minist
27/04/2013 - Lucro da Petrobras recua 17% no 1º trimestre, para R$ 7,7 bi
16/03/2013 - Tucano Samuel Moreira é eleito presidente da Assembleia de S
16/03/2013 - Dilma empossa novos ministros e defende coalizão
02/03/2013 - Obama pressiona Congresso por acordo para encerrar cortes or
Primeira Anterior
 
 
Site hospedado por Svlink - soluções para sua web Rádio http://www.svlink.com.br
©Copyright 2011 - Todos os direitos Reservado Painel de Controle